fbpx
como fazer seu próprio caderno

Como fazer o próprio caderno para Diário

Encontrar o caderno perfeito é tarefa difícil, mas para fazer meu diário, eu consegui. Já usei vários tipos de caderno para fazer diário, mas o que mais gostei foi o caderno do tipo regular traveller notebook. Ele é leve, dá para usar ele pautado, pontilhado, quadriculado e liso, como eu gosto. Por ser um caderno simples, resolvi fazer meu próprio caderno e ao compartilhar isso no meu canal do YouTube, recebi comentários pedindo para mostrar como fazer o próprio caderno

Diante disso, achei que seria interessante compartilhar esse processo por aqui também. Vamos para o passo a passo?

Prefere o conteúdo em vídeo?

Passo a passo para fazer seu próprio caderno

Para fazer seu caderno, seguindo o modo como faço o meu, você vai precisar dos seguintes materiais:

  • 16 folhas de papel sulfite A4 (para o miolo);
  • 01 folha de papel kraft 120g (para a capa);
  • régua de alumínio;
  • lápis;
  • estilete;
  • grampeador;
  • borracha;
  • tábua de corte;
  • binder ou clips.

Dica: a report tem um papel marfim, ideal para quem gosta de folhas mais amareladas.

1º passo

Dobrar todas as folhas ao meio tomando cuidado de alinhar as pontas.

como fazer seu próprio caderno
juntar as folhas e alinhá-las

2º passo

Colocar as folhas de sulfite dentro da folha kraft e alinhar tudo.

juntar

3º passo

Depois que os papeis estiverem alinhados, prenda-os com clips ou binder. Em seguida, grampeie as folhas em 3 pontos: nas 2 pontas e no meio. Para isso, coloque a borracha embaixo de onde pretende grampear. Assim, você vai grampear as folhas na borracha.

Depois de grampear, vire as folhas e solte-as da borracha. Em seguida, com auxílio de régua ou do estilete, feche o grampo.

como fazer seu próprio caderno
usar borracha para ajudar a gramper as folhas
como fazer seu próprio caderno
grampear as folhas

4º passo

Agora, é hora de refilar o caderno, isto é, cortar o excesso de folha e deixá-lo do tamanho certo.

Por aqui, uso o caderno do tamanho do insert da capa traveller notebook que eu tenho. O tamanho é 21x11cm.

capa traveller notebook / Midori
capa traveller notebook / Midori

Depois de fazer a marcação e com o auxílio da régua de alumínio, corte o excesso com o estilete.

Nessa hora é preciso ter paciência.

A melhor posição, para mim, é em pé. Então, segure a régua com força para ela não correr e vá deslizando o estilete até soltarem todas as folhas.

como fazer seu próprio caderno
refilar o caderno (cortar excesso de folha)

Depois desse processo, seu caderno já está pronto para ser utilizado. 

A partir dessa etapa, você pode usar a criatividade para decorar a capa. Eu fiz isso com alguns cadernos, mas sempre deixo espaço para numerá-los.

A numeração facilita o arquivamento e uma consulta posterior. Eu numero da seguinte forma: 2023.1, 2023.2 e assim por diante. Já estou no 5º caderno de 2023.

E aí? Não é tão difícil, né? E sai mais barato do que comprar cadernos. Além disso, os cadernos ficam padronizados e, por isso, são fáceis de serem guardados.

Mas, se você não quer ter esse trabalho, você pode comprar um caderno igual na Shopee (link de afiliado).

caderno traveller notebook shopee
caderno traveller notebook shopee

Para arquivá-los, você pode prendê-los com elástico de dinheiro, uma fita, um cordão, envelope, etc. Use a sua criatividade.

2 comentários em “Como fazer o próprio caderno para Diário”

  1. Oi, Alê! Gostei muito do tutorial. Tenho um amigo que está começando a aprender a fazer cadernos e fiquei bem empolgada quando ele me mostrou os primeiros que tinha feito. Eu sou simplesmente apaixonada por cadernos independente de como sejam: grandes, pequenos, com capa dura, com pauta, sem pauta. E poder fazer tudo do seu jeitinho me deixou bem empolgada! Confesso que não levo muito jeito pra coisas manuais, mas não custa nada tentar, né? Conheci hoje o seu blog e vou continuar acompanhando. Um abraço.
    https://petalasdemaioblog.wordpress.com/

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Alê Costa

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading